ISTO É DINHEIRO entrevista MEIRY KAMIA: 10 dicas para tornar seu currículo imbatível

10 dicas para tornar seu currículo imbatível

Saiba como ser objetivo, certeiro e consiga fisgar a atenção dos recrutadores

A elaboração do currículo é crucial para o sucesso profissional, pois é o primeiro contato do recrutador com o possível novo funcionário. A psicóloga Meiry Kamia, consultora de treinamento e desenvolvimento de pessoas, afirma que é preciso ser objetivo e evidenciar suas conquistas. “Atualmente as empresas buscam profissionais que conhecem seu próprio potencial e sabem o que querem”, afirma.

Segundo Meiry, o candidato não deve elaborar apenas um modelo de currículo e distribuí-lo para todas as empresas, sem levar em conta o perfil da vaga. “Os profissionais que trabalham na área de seleção recebem centenas de currículos diariamente. E, quanto mais precisas forem as informações, maiores são as chances de ser selecionado para a entrevista”, diz.

Sendo assim, é preciso personalizar o máximo possível o seu currículo para a vaga pretendida, enfatizando pontos positivos e competências. Outro ponto importante, de acordo com a consultora, é ter um plano de carreira e saber para onde está indo. “Pesquise o mercado, a área em que atua, as empresas e suas necessidades, afunile as oportunidades de modo a enviar o currículo de forma mais personalizada e certeira”.

Confira as dicas da especialista:

1. EVIDENCIE SUAS CONQUISTAS: mostre os resultados positivos que você trouxe para as empresas para as quais trabalhou. Resultados podem ser: melhoria de processos, implantação de sistema que gerou melhoria no desempenho, redução de custos e aumento de faturamento. Utilize verbos como “criei”, “implantei”, “realizei”. Isso mostra o valor que você agregou para outras companhias e que poderá agregar à empresa contratante.

2. CASO NÃO TENHA EXPERIÊNCIA, DESTAQUE SUAS HABILIDADES: caso queira trabalhar em alguma área em que tenha pouca experiência, evidencie as suas habilidades e mostre que tem condições de executar um bom trabalho. Para enfatizar essas habilidades e conhecimentos vale alterar a ordem dos itens do currículo trazendo “para cima” os itens mais importantes. Neste caso, vale colocar os cursos extracurriculares que agreguem valor ao cargo pretendido antes do item “experiência profissional”.  As demais informações do currículo podem ser escolhidas de forma a enfatizar as competências necessárias para a vaga pretendida. Ao trazer “para cima” as informações mais importantes para o cargo, o candidato faz com que elas cheguem mais rapidamente aos olhos do selecionador, aumentando as chances de despertar o interesse do mesmo.

3. TENHA UM OBJETIVO: candidatos que não colocam o objetivo no currículo na esperança de se encaixar em qualquer posto na empresa estão com os dias contados.  Atualmente as companhias buscam profissionais que conhecem seu próprio potencial e sabem o que querem. Além disso, ao não colocar um objetivo no currículo, o candidato elimina uma grande chance de ser escolhido, pois ele força o selecionador a ler todo o currículo e adivinhar em que área ele poderia se encaixar. Como os selecionadores recebem dezenas de currículos diariamente, eles acabam descartando os currículos que não vão direto ao ponto.

4. EVITE COLOCAR MAIS DE UM OBJETIVO: esse é o caso oposto do item anterior, o erro pelo excesso. Alguns candidatos chegam a colocar de três a quatro objetivos num mesmo currículo e, muitas vezes, para vagas que não têm ligação com a outra. Caso o candidato tenha muitas habilidades e possa atuar em áreas diversas, o ideal é ele elaborar um currículo para cada área. Isso torna o currículo mais objetivo, aumenta as chances de ser lido porque facilita o trabalho do selecionador.

5. SAIBA O QUE VOCÊ QUER: evite disparar seu currículo para todos os lados. Tenha um plano particular de carreira. Saiba para onde está indo. Dispare o currículo de forma certeira. Pesquise o mercado, a área em que atua, pesquise as empresas e suas necessidades, afunile as oportunidades de modo a enviar o currículo de forma mais personalizada e certeira.

6. SEJA DIRETO: evite frases e descrições muito longas. Resuma informações e vá direto ao ponto. Alguns candidatos descrevem, de forma bastante detalhada, todas as funções exercidas no cargo. Isso torna o currículo cansativo e, muitas vezes, repetitivo, além de tomar um espaço valioso que poderia ser utilizado para outras informações mais importantes.

7. FAÇA UM CURRÍCULO CURTO: currículos devem ter, no máximo, duas páginas. Isso não quer dizer que o candidato possa diminuir o tamanho da fonte para caber mais informação. Não! Isso geraria outro problema, que é a dificuldade de leitura. A capacidade de síntese é importante porque o currículo é uma espécie de vitrine de loja. Assim como não se coloca todos os itens da loja na vitrine não se deve escrever toda a vida profissional. Coloque apenas o essencial. Caso tenha uma experiência longa, coloque os últimos quatro ou cinco empregos. A vitrine tem o objetivo de chamar a atenção para o cliente entrar na loja e conhecer um pouco mais da coleção. Da mesma forma o currículo é a vitrine do profissional e tem o objetivo de chamar a atenção do selecionador para conhecer um pouco mais das competências e do valor que o profissional poderá agregar para a empresa.

8. ELABORE UM CURRÍCULO LIMPO: uma das maiores preocupações dos candidatos é “encher o currículo” de forma a mostrar muito conhecimento e experiência. Entretanto, isso pode fazer com que caiam na armadilha de colocar informações que não tenham nada a ver com a área atual ou que não agregam em nada, por exemplo, número da carteira de identidade, número da carteira de trabalho, ou cursos e palestras que nada agregam para o cargo pretendido (ex.: curso de desenho, curso de yoga, etc). Viagens só devem ser citadas se agregarem algum valor profissional. 

9. EVITE FRASES DE EFEITO: frases do tipo “gostaria de uma oportunidade para fazer o meu melhor possível…”, ou “meu defeito é ser perfeccionista”, ou “coloco-me à disposição para participar de uma entrevista sem compromisso”, e outras do gênero, não funcionam! O fato de o candidato enviar o currículo para a empresa já significa que ele se dispõe a participar do processo seletivo.

10. CUIDE DO PORTUGUÊS: ao terminar o currículo peça para que, pelo menos, duas pessoas revisem o texto, de forma a eliminar os erros de português. Erros de grafia dão uma imagem de desleixo e falta de interesse em estudar e se desenvolver, o que pode impactar de forma negativa na imagem do candidato.

Disponível em: http://www.istoedinheiro.com.br/noticias/115938_10+DICAS+PARA+TORNAR+SEU+CURRICULO+IMBATIVEL

VEJA TAMBÉM:

Receba a newsletter gratuita!

Receba dicas de comportamento no trabalho, sucesso profissional, motivação e muito mais!

Não enviamos spam! É totalmente grátis e seguro.

Receba a newsletter gratuita!

Receba dicas de comportamento no trabalho, sucesso profissional, motivação e muito mais!

Não enviamos spam! É totalmente grátis e seguro.

Meiry Kamia nas Redes Sociais

X

Para enviar sua pergunta ao Canal Interativo, clique aqui e responderemos com um vídeo no nosso canal do YouTube!

¤